VOLTAR

Depois de manter 14 reféns, índios do Xingu se reúnem com a Funai

Só Notícia
27 de fev de 2008

Quarenta lideranças do Parque Indígena do Xingu se reúnem hoje, com representanes da Fundação Nacional do Índio e do Instituto Creatio para avaliar o andamento dos estudo complementares de avaliação do impacto ambiental com o funcionamento da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paranatinga 2, no rio Coluene.

Entre o grupo estão os índios ikpeng, que fizeram 14 pesquisadores e funcionários da Funai como reféns, por seis dias, e são contrários a instalaçãom, já que tem a sobrevivência da aldeia e a influência do desmatamento, garimpos clandestinos e grandes áreas agriculturáveis. Há outros cinco projetos de PCHs em regiões próximas ao parque.

Na reunião também deve ser discutida a continuidade dos trabalhos dos pesquisadores, que foram retidos pelos indígenas depois de percorrer 10 aldeias, informou A Gazeta.

O Parque Indígena do Xingu abriga 14 etnias diferentes no espaço de 27 mil quilômetros quadrados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.