VOLTAR

Cruz da discórdia na festa do descobrimento

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
26 de mar de 2000

Em desacordo com as comemorações dos brancos para os 500 anos do Brasil, cerca de quatro mil representantes indígenas se reunirão em protesto no Arraial de Coroa Vermelha, local em que Pedro Álvares Cabral desembarcou em 22 de abril de 1500. Os manifestantes acreditam não haver motivos para comemorações. A ideia é discutir os próximos 500 anos. Um monumento proposto pelos índios deverá ser construído pelo artista Dan Baron Cohen, do País de Gales.
A aldeia pataxó, que se encontra no local em que Cabral desembarcou, pede por melhores condições de moradia. Uma reforma orçada em mais de oito milhões construirá o Museu do Índio, um centro de comércio e um conjunto habitacional para remover os não indígenas que vivem na terra indígena.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.