VOLTAR

Conselho Gestor da APA do Jalapão é renovado para o Biênio 2019-2021

Naturantins - https://naturatins.to.gov.br
Autor: Cleide Veloso/Governo do Tocantins
10 de dez de 2019

Conselho Gestor da APA do Jalapão é renovado para o Biênio 2019-2021

Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental do Jalapão (Conselho da APA do Jalapão) realizou a 5ª Reunião Ordinária e oficializou a posse dos membros para o Biênio 2019-2021.

Na última sexta-feira, 5, foram empossados 38 novos conselheiros entre titulares e suplentes que em seguida iniciaram os trabalhos com a elaboração do Plano de Ação e a elaboração do mapa de ocupação do território da APA.

Warley Rodrigues, diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins (Instituto Natureza do Tocantins) acompanhou a reunião de posse e disse que o Conselho da APA do Jalapão é uma importante ferramenta de apoio à gestão da unidade. Warley Rodrigues afirmou que o colegiado é uma instância de controle social, por meio do qual a sociedade pode interagir com as ações que estão sendo desenvolvidas na APA, opinar e apresentar outras sugestões.

A supervisora da APA do Jalapão, Rejane Nunes relatou que foram formados Grupos de Trabalhos (GTs) para discutir temas como o turismo, incêndios florestais e agroecologia. Rejane Nunes disse que os conselheiros propuseram ações para nortear o Plano de Trabalho do Colegiado e fortalecimento da gestão da APA.

O conselheiro Emivaldo Rufo considera pertinentes as pautas abordadas na reunião, que o trabalho desenvolvido pelo colegiado traz importantes contribuições para a gestão e melhorias na APA. Rufo acredita que as propostas apresentadas nos GTs darão continuidade aos avanços esperados para o novo biênio.

A reunião aconteceu no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), com apoio da Prefeitura Municipal de Mateiros. Na oportunidade os novos conselheiros também puderam apreciar a exposição dos produtos da região.

https://naturatins.to.gov.br/noticia/2019/12/10/conselho-gestor-da-apa-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.