VOLTAR

Castigo anunciado

Revista Istoé (São Paulo - SP)
12 de dez de 1990

No dia 12 a cidade de Xapuri será o centro das atenções de ecologistas de todo mundo. Haverá o julgamento do assassinato do líder Chico Mendes. O sindicalista vinha há tempos prevendo sua morte, em 5 de dezembro, em uma palestra em Piracicaba, Mendes já havia anunciado "Não quero flores no meu enterro, pois sei que irão arrancá-las da floresta. Quero apenas que meu assassinato sirva para acabar com a impunidade dos jagunços sob proteção da Polícia Federal do Acre (...)."

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.