VOLTAR

Cartórios do Pará estão se recusando a receber o Rani para registro civil

Portal EBC - http://www.ebc.com.br/
10 de set de 2019

Cartórios do Pará estão se recusando a receber o Rani para registro civil

Registro Administrativo de Nascimento de Indígena é um documento fornecido pela Funai, instituído pelo Estatuto do Índio, e pode servir para solicitar o registro civil

O Registro Administrativo de Nascimento de Indígena - RANI é um documento fornecido pela FUNAI, instituído pelo Estatuto do Índio, e pode servir para solicitar o registro civil.

De acordo com a Funai, o caso foi relatado pelo Distrito Sanitário Especial Indígena - DSEI Tapajós.

Segundo denúncias, o cartório de Jacareacanga se recusou a emitir certidão de óbito de um indígena que não possuía certidão de nascimento e também se negou a emitir o registro de nascimento do indígena com base no Rani.

A denúncia foi encaminhada ao Ministério Público Federal, que este mês, encaminhou recomendação a Cartórios de Registro Civil do sudoeste do Pará para que aceitem o Rani como documento suficiente para realização de registro civil de indígenas a qualquer tempo.

Os cartórios de Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Trairão e do distrito de Castelo dos Sonhos, no município de Altamira, têm até próxima semana para responder ao MPF.

Caso a recomendação não seja atendida, os cartórios podem responder judicialmente pelo descumprimento da lei.

A Funai informou ainda que as instituições indigenistas acompanham o caso para garantir que os direitos e especificidades dos povos indígenas sejam respeitados.

A Associação dos Notários e Registradores do Brasil informou que orienta constantemente os oficiais de Registro Civil e não tem qualquer conhecimento de cartório que esteja agindo de forma contrária à legislação.

http://radios.ebc.com.br/reporter-nacional-amazonia/2019/09/cartorios-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.