VOLTAR

XV Encontro de Lideranças do Bolsa Floresta busca aprimorar gestão das associações comunitárias

Fundação Amazônia Sustentável - http://fas-amazonas.org
16 de nov de 2015

Evento reúne em Manaus 40 comunitários de unidades de conservação (UCs) do Estado participantes do Programa em Manaus

Foi aberta na tarde desta segunda-feira (16) a 15o edição do Encontro de Lideranças do Programa Bolsa Floresta (PBF), evento que reúne comunitários de várias regiões do Amazonas para discutir o desenvolvimento das atividades do Programa no interior do Estado. O encontro é promovido pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e conta com a participação de órgãos governamentais e não-governamentais, além de instituições do segmento socioambiental do Estado. A abertura acontece a partir das 9h no Auditório Lidia Parisotto, sede da FAS, Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus.

Estiveram presentes no evento o presidente do Conselho de Administração da FAS, Luiz Fernando Furlán, o vice-presidente, Lírio Parisotto, o superintendente-geral da FAS, Virgilio Viana, além do secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) Ademir Stroski, do reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa, e da diretora-presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Ana Aleixo.

O Encontro de Lideranças é uma oportunidade de promover integração institucional entre Fundação, parceiros e associações comunitárias das UCs, além de debater de forma conjunta as políticas públicas federais, estaduais e municipais para a melhoria de qualidade de vida das reservas. O evento também busca capacitar as lideranças para a melhoria da gestão das associações, discutir e implementar e avaliar o sistema de indicadores de gestão do Bolsa Floresta.

"Esse é um encontro muito importante para a FAS e para os ribeirinhos, pois todos nós iremos avaliar juntos o desempenho do Bolsa Floresta. Todos os líderes terão oportunidade de falar sobre os desafios nas comunidade e dialogar com vários atores da sociedade, já que contamos com a presença de várias instituições que atuam junto às Unidades de Conservação (UCs) para registrar suas demandas", afirmou o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana.

O presidente do CAD da FAS, Luiz Fernando Furlán, enalteceu o papel dos ribeirinhos na construção de uma economia mais sustentável, destacando a necessidade de empoderamento das comunidades que ajudam a proteger a floresta.

"Quando criamos a Fundação, tínhamos a certeza que o século XXI é o século da economia verde. Hoje, quando com mais de 9 mil famílias participantes, temos a certeza que os ribeirinhos precisam estar à frente disso, cuidando daquilo que é seu, não esquecendo de onde vieram e pra onde querem ir", enfatizou o presidente do CAD da FAS, Luiz Fernando Furlan.

O titular da Sema, Ademir Stroski, enfatiza que o governo busca valorizar o contato com os ribeirinhos, como ponto de partida para as mudanças em curso na esfera pública.

"Vamos valorizar as comunidades ribeirinhas com projetos de extensão rural, de regularização ambiental e projetos de turismo de base comunitária, com várias outras instituições parcerias", declaro o titular da Sema, Ademir Stroski.

Programação

Amanhã (17), alternativas para o desenvolvimento de atividades por meio dos Fundos Municipais da Criança e do Adolescente (Fumcad) de cada cidade serão debatidas com os ribeirinhos, que destina recursos para iniciativas que apoiem o desenvolvimento da infância em caráter local. O objetivo é empoderar as associações comunitárias, assegurando que parte desse recurso também seja implementado nas zonas-rurais de cada município.

Os avanços e desafios do Bolsa Floresta estarão em debate na quarta e quinta-feira (18 e 19), onde serão discutidas com os participantes inovações na metodologia do Programa. A ideia também é debater com a comunidade acadêmica os desafios no Seminário de Avaliação do PBF, que acontece quinta a partir das 14h do Auditório Samaúma, Bloco I da Faculdade de Ciências Agrarias, Setor Sul da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Na sexta-feira (13) entram em pauta uma avaliação dos indicadores das associações de moradores e recomendações para seu aprimoramento do PBF, em um diálogo direto da FAS com os ribeirinhos.

http://fas-amazonas.org/2015/11/xv-encontro-de-liderancas-do-bolsa-flor…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.