VOLTAR

Vice-ministro russo diz que pais ainda esta indeciso sobre o protocolo de Kyoto

FSP, Ciencia, p.A16
16 de dez de 2003

Vice-ministro russo diz que país ainda está indeciso sobre o Protocolo de Kyoto
O vice-ministro das Relações Exteriores russo, Yuri Fedotov, afirmou ontem que a Rússia ainda está analisando com cuidado os prós e os contras de ratificar (transformar em lei nacional) o Protocolo de Kyoto, pacto internacional para reduzir as emissões de gases-estufa, que agravam o aquecimento global.
"Estamos trabalhando em sugestões para melhorar os mecanismos nacionais de monitoramento das emissões de gases-estufa", afirmou Fedotov em comunicado no site do ministério.
"Também estamos examinando alternativas para colocar as leis russas em concordância com as exigências do protocolo", afirmou.
Para entrar em vigor, o protocolo exige que ao menos 55 países, responsáveis por pelo menos 55% das emissões globais de dióxido de carbono (principal gás-estufa), o ratifiquem.
A Rússia é fundamental para que esse nível seja alcançado, mas um assessor do presidente Vladimir Putin disse, no começo do mês, que o pacto não seria aceito por atrapalhar a economia russa.

FSP, 16/12/2003, p. A16

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.