VOLTAR

Venda de mogno brasileiro exigirá certificado do Ibama

O Estado de S.Paulo, p.A15 (São Paulo - SP)
21 de jun de 1997

O Brasil comprometeu-se a incluir o mogno no apêndice III da Convenção Internacional sobre o Comércio de Espécies Ameaçadas (Cites) durante o encerramento da reunião. Com isso, a madeira extraída no País só poderá ser vendida mediante um certificado de origem emitido pelo Ibama.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.