VOLTAR

Tuxauas de Roraima lamentam porque jovens estão esvaziando as malocas

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
24 de Nov de 1985

A reportagem trata da preocupação com a migração dos jovens indígenas para os centros urbanos, que assola velhos indígenas, antropólogos, o Cimi e a Funai. Um dos principais fatores para esse movimento dos jovens é a forma como as crianças são educadas nas escolas indígenas, onde aprendem apenas a língua portuguesa e deixam de transitar pelas redes de transmissão de conhecimentos indígenas, e a falta de terras indígenas. Cada povo vem desenvolvendo uma estratégia diferente para lidar com essa questão, conforme é possível verificar na matéria, a partir das experiências de indígenas Terena, Krahô, Karajá, Kaxarari, Apurinã e Nambikwara.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.