VOLTAR

Tupiniquins retomam demarcação e Funai adverte fazendeiros

O Liberal (Belém - PA)
29 de jun de 1980

Indígenas Tupiniquim e Guarani reiniciam o processo de demarcação de suas terras por conta própria, após o fim do prazo de uma semana acordado com a Polícia Federal e a Funai para o órgão dar início à demarcação oficial. Para intimidá-los, guardas florestais da empresa Aracruz Celulose fecharam trechos da estrada que liga a área a municípios próximos, colocando a população não-indígena contra os índios e criando uma atmosfera de medo na região. Além disso, a Funai informou que o ministro do Interior solicitou recursos financeiros à Presidência da República para o reassentamento de posseiros e fazendeiros que vivem nas terras indígenas dos Xavante, conhecidas como Pimentel Barbosa e Parabubure, no Mato Grosso, e que os trabalhos nesse sentido estão "adiantados".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.