VOLTAR

Tupiniquins e guaranis estão morrendo de fome

Diário do Paraná (Curitiba - PR)
07 de dez de 1979

Ao encerrar duas semanas de filmagens sobre as etnias indígenas Tupiniquim e Guarani, no Espírito Santo, Jon Sletbak, produtor de televisão estatal da Noruega, afirmou que a empresa multinacional Aracruz Celulose está praticando verdadeiro genocídio contra esses povos, pois vem reduzindo as possibilidades de sobrevivência dos índios, ao invadir suas terras com plantações de eucalipto e poluir o mangue e os rios da região com substâncias industriais altamente tóxicas. Sletbak sustentou que os indígenas já morreram uma vez ao serem violentamente integrados na sociedade não-indígena, mas, caso o governo brasileiro não tome nenhuma atitude, em breve morrerão também fisicamente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.