VOLTAR

Terras demais para poucos índios

Correio da Manhã (Rio de Janeiro - RJ)
13 de abr de 1970

A reportagem denuncia a situação na terra indígena Krenak, no município de Resplendor (MG). A área, de 800 alqueires, foi doada pelo governo de Minas Gerais para a União em 1920, para instalação de uma colônia agrícola para indígenas Krenak e Pojichá, e colonos. Os índios, apesar de muitos, nunca puderam sair de um pedaço de 11 alqueires. Hoje há apenas dois Krenak nessa faixa de terra, e mais 50 índios de diferentes etnias, considerados "rebeldes", que estão sendo levados à região. Os indígenas são forçados a trabalhar na construção de cadeias onde eles mesmos ficarão presos, e são vigiados incessantemente pela Polícia Militar.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.