VOLTAR

Tem início a segunda fase da Expedição Anaconda

Instituto Socioambiental - ISA - http://www.socioambiental.org
Autor: Aline Scolfaro
30 de jan de 2015

A segunda etapa da expedição Anaconda começou na segunda-feira, 26/1 e partiu de São Gabriel da Cachoeira. Vai subir pelo Rio Negro e Rio Uaupés até chegar à Cachoeira de Ipanoré, onde os primeiros ancestrais dos diversos povos indígenas do noroeste amazônico apareceram neste mundo, transformados em seres humanos verdadeiros, depois de uma longa viajem pelos cursos dos rios Amazonas, Negro e Uaupés no bojo de uma cobra-canoa. Para registrar os lugares sagrados, os conhecimentos e as histórias narradas pelos conhecedores participantes, uma equipe de filmagem do Vídeo nas Aldeias está acompanhando a expedição.

Diversos conhecedores indígenas dos povos Desana, Pira-Tapuia, Tukano, Tuyuka, Bará e Barasana, que vivem nos lados brasileiro e colombiano da Bacia do Rio Uaupés e Apapóris participam da expedição. A segunda etapa- de 26/1 a 6/2 - tem por objetivo realizar a identificação e registro dos lugares sagrados de trecho do Rio Negro e do curso baixo do Rio Uaupés. Estes lugares têm grande importância para os povos indígenas que vivem nessa região de fronteira entre Brasil e Colômbia e o trecho a ser percorrido faz parte da rota de origem dos grupos da família linguística tukano oriental.

A atividade faz parte do projeto Mapeo, desenvolvido no âmbito de uma parceria entre a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro-(Foirn), o Instituto Socioambiental (ISA) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-Iphan. Recentemente o projeto recebeu também o apoio da Funai, por meio da Coordenação Regional Rio Negro. Veja os primeiros resultados do projeto.

Vale lembrar ainda que o Mapeo vem sendo articulado há vários anos com iniciativas similares desenvolvidas do lado colombiano pelas associações indígenas, instituições governamentais e não governamentais, com o intuito de estabelecer acordos bilaterais e estratégias conjuntas para a salvaguarda do patrimônio cultural e ambiental do Noroeste Amazônico. Saiba mais.

A primeira etapa da expedição anaconda ocorreu no início de 2013 e percorreu o trecho do Rio Negro entre Manaus e São Gabriel da Cachoeira registrando 23 sítios sagrados. Saiba mais

http://www.socioambiental.org/pt-br/blog/blog-do-rio-negro/tem-inicio-a…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.