VOLTAR

Suspeito de desmatar 6 mil hectares no PA é preso em Goiânia, irmão e genro estão foragidos

DM - https://www.dm.com.br/
Autor: Gracie Clímaco
30 de ago de 2019

José Brasil de Oliveira preso em Goiânia, além do irmão e genro, que estão foragidos, são suspeitos de mandar desmatar 6 mil hectares em área ambiental no Pará.

José Brasil de Oliveira preso em Goiânia e o irmão Geraldo Daniel de Oliveira além do genro de Geraldo, João Batista Rodrigues Jaime, que estão foragidos, tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça. Os três são suspeito de mandar desmatar o equivalente a seis mil hectares em área ambiental no Pará. Na delegacia José Brasil, preso na última quinta-feira (29), negou ser o mandante do desmatamento.

De acordo com a justiça do Pará, Geraldo Daniel de Oliveira já respondeu a quatro ações envolvendo crimes ambientais. Ele e o irmão são donos da Fazenda Ouro Verde, situada na Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu, em São Félix do Xingu, no sul do Pará, onde acontecia o desmatamento. Já o genro era o administrador da área.
Suspeito de desmatar unidade de conservação contratava motoqueiros para ameaçar agentes ambientais

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado (MPPA), Geraldo contratava pessoas para promover queimadas em unidade de conservação no Pará além de contratar motoqueiros para ameaçar agentes ambientais.

Uma imagem divulgada pela polícia, feita por satélite, em 7 de maio, mostra uma grande área verde. No entanto, nos três meses seguintes, segundo as investigações, o lugar se transformou em uma imensa mancha marrom.

Segundo investigações da Polícia Civil do Pará, a vegetação da área estava sendo derrubada com o uso de máquinas pesadas e depois incendiada em extensão maior do que a permitida por lei. As investigações apontam ainda que o objetivo era transformar tudo em pasto.

Segundo da Polícia Civil do Pará, que contou com o apoio da corporação de Goiás, calcula-se que a área de proteção desmatada era equivalente a seis mil estádios do Maracanã.

https://www.dm.com.br/cidades/2019/08/suspeito-de-desmatar-6-mil-hectar…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.