VOLTAR

SPI é ineficiente e criminoso - disse à reportagem padre Roberto de Arruda

Correio Braziliense
14 de jul de 1963

O padre Roberto de Arruda faz depoimento a respeito de sua visão sobre o Serviço de Proteção ao Índio em Guajamirim. O missionário afirma que o SPI não só é ineficiente como não aplica devidamente a verba que recebe do Governo Federal. Também fala sobre o trabalho dos missionários com os índios Pacáa Nova.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.