VOLTAR

"Somos tupinambás. Queremos o manto de volta"

Folha de S.Paulo, p. E-1 (São Paulo - SP)
Autor: ANTENORE, Armando
01 de jun de 2000

Uma comunidade indígena, mas conhecida como "cabocla" ou "lavadoura", de Olivença, região de Ilhéus no Sul da Bahia, estão reivindicando o reconhecimento como povo Tupinambá, considerado extinto pela "literatura" desde o século XVII. Após uma visita à Mostra do Redescobrimento, situada no Parque Ibirapuera, em São Paulo, lideranças reconheceram o "manto tupinambá" de penas vermelhas, estrela da exposição, e decidiram, após discutirem com o restante da comunidade, reivindicar a permanência do objeto no Brasil. Além dos Tupinambá, países como a Grécia, o Egito e a Nigéria também reivindicam o retorno de objetos exibidos em museus na Europa.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.