VOLTAR

Sobrinho de Rondon: É muito pouco o que se faz pelos índios

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
09 de abr de 1973

Segundo sobrinho do Marechal Rondon os antropólogos da Funai não querem o bem do índio e sim um campo de estudo. Defende a continuidade na obra de seu tio, apontando a urgência de se delinear uma política de curto prazo de isolamento ou integração dos indígenas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.