VOLTAR

Sertanistas lamentam a saída dos Villas e criticam a Funai

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
07 de fev de 1973

O sertanista Antonio Cotrin Soares (Cotrim Netto) lamenta a saída dos irmãos Villas-Boas da Funai e se mantém solidário a decisão, que para ele é uma condenação à política indigenista levada a cabo pela Funai e seu projeto de pacificação. O ex-presidente do extinto SPI também lamenta a saída dos irmãos, principalmente nesse momento em que fizeram contato com os Krenhakore.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.