VOLTAR

Seringueiros e índios se confrontam no Acre

A Crítica, p. A-2 (Manaus - AM)
14 de ago de 1998

Aproximadamente oito indígenas atacaram na quarta-feira os moradores do seringal Alegria, no município de Jordão, no Acre. Com medo de novos ataques, famílias estão abandonando os seringais. A seringueira Francisca Victor da Silva afirmou que, ao ser atacada, respondeu com tiros. Além disso, Francisca pediu a imediata intervenção da Funai na questão para se evitar um confronto sangrento. A notícia traz também informações sobre um protesto realizado por cerca de 40 brasileiros que vivem nos seringais da Bolívia e reivindicam melhores condições.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.