VOLTAR

Seringais do Acre são destruídos pela pecuária

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
22 de jun de 1980

As seringueiras do Acre estão morrendo por esgotamento natural ou pela ação de motosserras, responsáveis pela derrubada de tradicionais seringais para a implantação de projetos pecuários. Nesse processo, as maiores vítimas têm sido os seringueiros, que procuram resistir à este avanço, na maioria das vezes, de forma violenta. Os acordos entre proprietários rurais e os seringueiros têm sido praticamente impossíveis, porque as partes não querem fazer concessões.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.