VOLTAR

Sem terra, os Tremembés se dispersam pelo Ceará

Diário do Nordeste (Fortaleza-CE)
15 de abr de 1994

Com a demarcação de suas terras emperradas na burocracia da Funai, os Tremembé resistem às pressões daqueles que não os veem como indígenas. Nesse sentido, os mais velhos se esforçam para passar às novas gerações seus costumes e tradições. Na comunidade de Varjota, eles estão criando grupos de crianças para a iniciação ao Torém, dança através da qual toda a comunidade se reúne.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.