VOLTAR

Seca atinge os índios da Bahia

Jornal do Brasil
16 de mar de 1983

Os índios Pankararé, que vivem na reserva de Brejo do Burgo, no sertão baiano, foram obrigados a imigrar para São apulo, em consequência da seca prolongada. O antropólogo da UFBA, Ordep Serra, afirma que além de vítimas da seca, os Pankararé "são discriminados por órgãos do Governo na distribuição de alimentos e assistência aos flagelados da seca".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.