VOLTAR

Sarampo mata no Sul cinco crianças índias

O Globo (Rio de Janeiro-RJ)
25 de Fev de 1981

As oito mortes ocorridas na reserva indígena de Nonoai não tiveram uma causa única. O sarampo foi possivelmente responsável pela morte de cinco crianças. Morreram também um recém-nascido, de causa desconhecida, e dois adultos, que sofriam de doenças degenerativas. Quanto ao surto de diarréia ocorrido na reserva, fica afastada a hipótese de ter como causa a contaminação das águas por agrotóxicos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.