VOLTAR

Retardatário

O Globo, O País, p. 16
Autor: GASPARI, Elio
26 de jun de 2005

Retardatário

Por determinação do procurador Mário Lúcio Avelar, foi preso em Brasília e posteriormente transferido (algemado) para Cuiabá o engenheiro Antonio Carlos Hummel, diretor de Florestas do Ibama.
Acusado de tenebrosas traficâncias era a maior autoridade a bordo entre os 93 passageiros do camburão da Operação Curupira.
Quando o procurador soube que a ministra Marina Silva, do Meio Ambiente, não queria falar do funcionário por não ter visto o inquérito onde estariam listadas as acusações contra ele, o doutor Avelar respondeu: "Se ela quiser, eu envio para ela. Já mandei uma cópia para a Polícia Federal, é só ela pedir e vai entender tudo".
Um dia depois, o procurador pediu a libertação de Hummel. O engenheiro, com 23 anos de ficha limpa no serviço público, gramou quatro noites na cadeia.
No último dia 7 a Comissão de Processo Disciplinar instaurada no Ibama, solicitou ao procurador uma "cópia integral" do inquérito. (Ofício CPAD no 1/2005.)
Até o fim do expediente de quinta-feira, a Comissão não recebera resposta, nem a ministra qualquer relatório.

O Globo, 26/06/2005, Elio Gaspari, p. 16

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.