VOLTAR

Respeito aos índios

O Globo, Opinião, p. 7
Autor: QUAQUÁ, Washington
07 de Mar de 2009

Respeito aos índios

Washington Quaquá

Em Maricá, uma das mais tradicionais comunidades de pescadores (muxuangos) é a de Zacarias, cujos antepassados povoaram a costa de Maricá desde os primórdios da colonização portuguesa. Nas últimas décadas, a comunidade Zacarias construiu uma heroica história de resistência.

Recentemente, o anúncio da compra do terreno da Área de Proteção Ambiental da Restinga de Maricá por um grupo luso-hispânico, com suposta intenção de ali construir um resort e um loteamento, causou pânico aos integrantes da comunidade, atônitos com a falta de informação na época. Os "irredutíveis", conforme a expressão do antropólogo Marco Antônio Mello, se puseram em movimento e o suposto empreendimento se dissipou.

Paralelamente, um grupo de índios tupis-guaranis, oriundos da região de Angra dos Reis e Parati, único aldeamento indígena que resistiu ao genocídio e etnocídio perpetrado por nossos antepassados, ocupou uma área devoluta próxima a um conjunto de edificações urbanas das classes médias altas de Niterói, reivindicando as terras que pertenciam a seus antepassados, e fixaram ali uma aldeia.

Não obstante a solidariedade de alguns, estabeleceu-se uma raivosa reação por parte de setores das classes privilegiadas niteroienses. Nos dispusemos a buscar solução para o problema, baseada em três eixos fundamentais:
1 -- a defesa das populações tradicionais e de todos os seus interesses;
2 - a defesa da preservação da restinga e de todo o seu bioma, assim como de todo o nosso sistema lagunar e o complexo de remanescentes de Mata Atlântica; e
3 - o estabelecimento de um plano diretor turístico que abra espaço para empreendimentos hoteleiros e de entretenimento, sem, contudo, devastar nossas belezas naturais e apartar nossa população tradicional e/ou local.

Assim, determinei aos secretários das áreas envolvidas a apresentação de uma proposta, que, entre outras vantagens, abra negociação para abrigar os indígenas. Determinei também que se organize um arranjo urbanístico e econômico que transforme a Vila de Zacarias e a aldeia dos índios guaranis em um monumento turístico e cultural de Maricá que integre as populações tradicionais, gerando emprego e renda para seus membros. Quanto aos grupos econômicos, serão procurados para se integrar a esse projeto.

Washington Quaquá é prefeito de Maricá.

O Globo, 07/03/2009, Opinião, p. 7

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.