VOLTAR

Projeto +Floresta é apresentado aos parceiros

Apremavi - https://apremavi.org.br/
12 de Mai de 2022

Projeto +Floresta é apresentado aos parceiros

Em destaque nos projetos da Apremavi, a Floresta com Araucárias é o foco de mais uma iniciativa liderada pela Instituição.
O Projeto +Floresta foi lançado para contribuir com a restauração da vegetação nativa na Floresta Ombrófila Mista, no Oeste do Estado de Santa Catarina, com o incremento das populações de Araucária, Imbuia, Canela-preta e Xaxim - espécies vegetais ameaçadas de extinção com histórico de intensa exploração no Estado.
Com o financiamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA e aprovado por meio do chamamento público IBAMA no 02/2018 (Restauração de populações da flora ameaçadas de extinção do bioma Mata Atlântica no Estado de Santa Catarina), o projeto será implantado no período de 2022 a 2030 e prevê a restauração de cerca de 260 hectares de áreas degradadas localizadas em reservas legais de sete projetos de assentamentos da reforma agrária e uma terra indígena em Abelardo Luz.
As ações previstas no Projeto +Floresta buscam o enriquecimento, expansão e conexão de fragmentos existentes ou a formação de novas florestas, contribuindo para melhorar a conectividade na paisagem, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, favorecer a manutenção da biodiversidade, proteger o solo e os recursos hídricos e assegurar o bem-estar das populações humanas.
Como pontapé inicial das atividades do projeto +Floresta, a equipe da Apremavi mobilizou reuniões com lideranças locais em abril para apresentar o projeto e consolidar parcerias para a execução dos trabalhos, além de reafirmar a sinergia com as instituições já parceiras no projeto na região Oeste de Santa Catarina.
Reunião de apresentação do +Floresta realizada em Abelardo Luz. Foto: Edilaine Dick.
Articulação das Parcerias
No último dia 19 de abril a coordenadora do projeto Edilaine Dick, o co-fundador da Apremavi Wigold Schäffer e a técnica ambiental Marluci Pozzan se reuniram na Câmara de Vereadores de Abelardo Luz com a diretoria do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e posteriormente com outras lideranças atuantes nos assentamentos para articular os primeiros passos do projeto.
Para Álvaro Santin, morador do assentamento Dom José Gomes e participante da direção do MST, o projeto é parte da solução para os grandes desafios da atualidade: "Se nós de fato queremos viver com ambiente mais propício, nós vamos ter que tomar grandes medidas enquanto humanidade. Já lançamos há algum tempo o plano nacional 'Plantar Árvores, Produzir Alimentos Saudáveis' que tem a ver com a conservação do ambiente, mas também com a produção de alimentos".
Álvaro encara o +Floresta como uma oportunidade: "Então nesse conjunto, projetos como esse que vai se desenvolver com a Apremavi aqui nos assentamentos da região de Abelardo Luz, nesse projeto do IBAMA, ele tem um significado importante para a gente ir além de conservar. Também é a expectativa que a gente fortaleça a cultura de plantio de árvores, de cuidado, e também da geração de renda e da produção de alimentos saudáveis".
O plano nacional do MST tem objetivo de realizar a recuperação de áreas degradadas por meio da implementação de agroflorestas e quintais produtivos. Em nível nacional, a meta do movimento é o plantio de 10 milhões de árvores e em Santa Catarina 4 milhões nos próximos 10 anos.
Além do encontro com o MST, outras reuniões com parceiros também foram realizadas. No dia 18 de abril a equipe se reuniu em Chapecó com o IBAMA, com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Já no dia 20 de abril, foi realizada uma visita em São Domingos ao Grimpeiro, parceiro do projeto e gestor do Viveiro de Mudas Nativas Ricardo Cunha Canci.
O Projeto +Floresta é financiado pelo IBAMA através do através do Acordo de Cooperação Técnica No 34/2021 e supervisionada pelo Ministério Público Federal de Santa Catarina, Instituto Socioambiental (ISA) e Justiça Federal de Santa Catarina, na forma da ação no 5001458- 53.2017.4.04.7200/SC.
Autores: Marluci Pozzan e Edilaine Dick
Revisão: Vitor Lauro Zanelatto

https://apremavi.org.br/projeto-floresta-e-apresentado-aos-parceiros/

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.