VOLTAR

Projeto de R$ 2,9 milhões vai reflorestar ilhas da Região Oceânica de Niterói

O Globo - http://oglobo.globo.com/
Autor: Leonardo Sodre
02 de fev de 2019

Projeto de R$ 2,9 milhões vai reflorestar ilhas da Região Oceânica de Niterói
02/02/2019 - 04:30

Leonardo Sodré

Financiamento do BNDES será aplicado no plantio e manejo de área equivalente a 200 campos de futebol

NITERÓI - A Secretaria municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade iniciou um projeto que prevê o reflorestamento das ilhas Menina, Mãe, Pai e do Veado, na Região Oceânica, até 2022. Com investimento de R$ 2,9 milhões, do BNDES, sem necessidade de reembolso, serão feitos o plantio e o manejo de milhares de espécies da Mata Atlântica, de restinga e de mangue, numa área de dois milhões de metros quadrados - o equivalente a 200 campos de futebol - que inclui zonas costeiras, como a orla de Itacoatiara.

A previsão é que o plantio seja iniciado a partir de outubro, mas o trabalho já começou. Através de uma parceria com o Laboratório Horto-Viveiro da faculdade de Ciências Ambientais da UFF, estão sendo germinadas as primeiras mudas de espécies como tapiá e palmito-juçara. A capacitação de outros viveiros da cidade para produção de mudas de pescadores artesanais da Reserva Extrativista Marinha de Itaipu (Resex), que vão contribuir no manejo das áreas reflorestadas, também já foi iniciada.

- Essas localidades têm vegetação típica, composta de espécies da Mata Atlântica, de restinga e mangue. Por isso é necessário o mapeamento - explica a professora Janie Garcia da Silva, coordenadora do Horto-Viveiro da UFF.

A universidade ainda ficará responsável pela produção de material didático e articulação com os pescadores, que, além do plantio das mudas, vão extrair vegetação exótica.

Niterói foi a única cidade do estado a ter projeto de reflorestamento financiado pelo BNDES. Segundo o subsecretário de Meio Ambiente, Gabriel Pacheco Mello Cunha, os primeiros plantios serão feitos em outubro na restinga de Itacoatiara.

O secretário executivo da prefeitura, Axel Grael, diz que o projeto vem sendo elaborado desde 2015 e complementará o programa PRO-Sustentável, que viabilizará uma série de ações de recuperação ambiental na Região Oceânica.

- Nas ilhas, a vegetação está em fase de regeneração natural, e nós vamos ajudar nesse trabalho da natureza, acelerando o processo - resume Axel.

https://oglobo.globo.com/rio/bairros/projeto-de-29-milhoes-vai-reflores…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.