VOLTAR

Projeto de freira assassinada está ameaçado no PA

O Globo, O País, p. 17
31 de ago de 2006

Projeto de freira assassinada está ameaçado no PA
Cresce extração ilegal de madeira no município de Anapu

Um ano e meio após o assassinato da missionária Dorothy Stang, seu trabalho com colonos de Anapu (PA) pode ser jogado fora. O Ministério Público Federal constatou que crescem a extração e o comércio ilegal de madeira no município.

O crime ambiental é praticado por madeireiros com a conivência de colonos e agricultores dos Projetos de Desenvolvimento Sustentável, defendidos por Dorothy. Segundo a denúncia do Ministério Público, muitos agricultores estão derrubando madeiras, inclusive nobres, em troca da abertura de uma estrada que facilite o acesso aos assentamentos.

Segundo o MP, os madeireiros também oferecem de R$ 30 a R$ 100 por árvore derrubada. Colonos chegam a trocar madeira por mantimentos.

No segundo semestre as queimadas e cortes de madeira se tornam mais intensos na Amazônia por conta da diminuição das chuvas.

O Globo, 31/08/2006, O País, p. 17

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.