VOLTAR

Programa Bem Viver aborda auto-organização dos povos indígenas em prol da vacinação

Brasil de Fato - https://www.brasildefato.com.br
11 de mar de 2021

Programa Bem Viver aborda auto-organização dos povos indígenas em prol da vacinação
Auto-organização das comunidades e empenho de organizações não governamentais foram decisivos para vacinar a população

Da Redação
11 de Março de 2021

A falta de estrutura e as fake news foram grandes desafios para concretizar a imunização
Nesta quinta-feira (11), o programa Bem Viver discorre sobre a imunização contra a covid-19 entre os povos indígenas brasileiros. Além da atuação de organizações não governamentais, a auto-organização indígena tem sido importante para superar desafios como falta de estrutura e divulgação de notícias falsas sobre as vacinas.

Para se ter uma ideia, a imunização de cerca de 90% dos habitantes no Médio Xingu é um exemplo de superação para além das expectativas de uma efetivação de ações emergenciais por parte do governo federal.

Vacinação de indígena
Os povos indígenas brasileiros enfrentam uma série de desafios para conseguir imunizar a população que vive nas aldeias. O transporte predominantemente fluvial, a ausência de equipamentos adequados e o combustível insuficiente foram alguns dos empecilhos enfrentados.

Entretanto, a ação conjunta de mobilização dos líderes indígenas ao lado de organizações não governamentais, como o Instituto Socioambiental (ISA) e a Associação Terra Indígena do Xingu (Atix), trouxeram ótimos índices de imunização para as aldeias da região do Xingu.

O médico do ambulatório do índio da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Clayton Coelho, avalia que uma das principais falhas no plano de vacinação foi discriminar os indígenas que moram em áreas urbanas ou em terras ainda não reconhecidas pelo governo federal. A exclusão dos que não residem em aldeias representa um risco grave: "essa insistência em vacinar só morador de terra indígena está excluindo uma população que circula constantemente entre o município e a aldeia e vice-versa. Se eu não vacino essa população, estou aumentando o risco de novas entradas do vírus no território", explica.

https://www.brasildefato.com.br/2021/03/11/programa-bem-viver-aborda-au…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.