VOLTAR

Primeira morte de indígena por Covid-19 é registrada no sul da Bahia

G1 - https://g1.globo.com
01 de jun de 2020

Idoso era era da aldeia Tupinambá de Olivença.

A primeira morte por Covid-19 de um indígena no sul da Bahia foi confirmada. O homem da aldeia Tupinambá de Olivença, na cidade de Ilhéus, morreu no dia 17 de maio, mas a confirmação de que ele tinha sido infectado pela novo coronavírus ocorreu no domingo (31).

O homem é um idoso de cerca de 80 anos, mas que não teve a idade detalhada. Treze pessoas da mesma aldeia se contaminaram após terem contato com o idoso. De acordo com o Movimento Unido dos Povos Indígenas da Bahia (Mupoíba) e da Associação Nacional Indigenista (Anai), cerca de 21 indígenas da região sul da Bahia estão infectados pelo novo coronavírus.

Do total de contaminados, 13 estão em Olivença e oito na terra Pataxó de Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália, também no sul do estado. Coroa Vermelha é a maior aldeia urbana do país, com mais de cinco mil índios.

Tanto a Mupoíba quanto a Anai acreditam que os casos de Covid-19 possam estar relacionados a histórico de invasões, além da proximidade das aldeias com grande centros urbanos. Em Ilhéus, por exemplo, são mais de 500 casos de Covid-19, em Porto Seguro, o número passa de 100 e Santa Cruz Cabrália, de 30, conforme dados do último boletim epidemiológico da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/06/01/primeira-morte-de-indi…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.