VOLTAR

Presos cinco garimpeiros dentro da reserva kayabi

Gazeta de Cuiabá-Cuiabá-MT
21 de nov de 2002

Uma megaoperação realizada na Reserva Indígena Kayabi, em Juara, viabilizou a prisão de cinco garimpeiros, dezenas de armas, grande quantidade de mercúrio e barcos. A determinação é do Ministério da Justiça e a Polícia Federal, com o apoio da Polícia Militar. A operação deve durar mais cinco dias em decorrência da extensão da área.

Nos últimos oito anos, os índios lutam para que invasores (madeireiros e pecuaristas), que se apossaram da terras, sejam expulsos delas. Alvo de freqüentes invasões, a reserva abriga 274 índios de três etnias: kayabi, apiaká e munduku. Eles ocupam uma área de 109.245,38 hectares que ainda não foi demarcada pela União. A portaria 1.149 de 2 de outubro de 2002 propõe a criação e ampliação da área.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.