VOLTAR

Povo Yawanawa lança grife e filme sobre sua cultura

O Rio Branco-Rio Branco-AC
Autor: Ana Sales
19 de Ago de 2004

Os índios Yawanawá lançam amanhã, às 19h, no Memorial dos Autonomistas, grife própria e uma mostra do filme sobre suas culturas e tradições, denominado "Yawa". O evento conta, também, com uma exposição de colares, arte plumária e cerâmica. O filme é de autoria de Joaquim Luiz Yawanawa, Laura Soriano e do canadense Josh Sage. O índio Joaquim Kaxinawa informou que será feito o lançamento em São Paulo, no Parque do Ibiapuera, dia 27 próximo, com participação de modelos de renome nacional e internacional. Em novembro o documentário será lançado nos Estados Unidos.

"O evento aqui em Rio Branco é mais promocional. Em São Paulo é que vamos fazer o evento com caráter mais comercial". Desenho e pinturas corporais criados pelos velhos e mulheres Yawanawá foram transformados em estampas numa linha bem elaborada de ecoprodutos, que levam a marca Yawanawa.

Todo o trabalho é resultado de um projeto em desenvolvimento desde o início do ano objetivando retratar a cultura daquela etnia.. O projeto conta com a parceria do governo do Estado e da Organização de Agricultores e Extrativistas Yawanawa do Rio Gregório (Oaeyrg). O filme tem 50 minutos de duração. Financiado pelo ator americano Joaquim Fênix, é narrado na língua yawanawa, português, espanhol, alemão, italiano, japonês, inglês e coreano. Em forma de documentário retrata o "Yawa", festival que acontece durante sete dias, na aldeia Nova Esperança, situada na terra indígena do rio Gregório, em Tarauacá. A festa Yawa reúne dança, expressão artística, manifestação cultural e espiritual do povo Yawanawa.

As imagens captadas, embaladas por uma trilha sonora envolvente, traduzem poesia. Joaquim Yawanawá informou que, no filme, pajés da tribo saúdam o mundo com uma mensagem positiva. Rituais ofertam boas energias ao mundo. Olhares serenos diante da câmera dedicam pedidos de paz em seus rituais.

Os DVDs do filme indígena serão comprados pela empresa de cosméticos norte americana, Aveda Corporation, parceira de projetos de desenvolvimento sustentável dos Yawanawá. "Irá comprar, para presentear às empresas representantes de seus produtos".

Arte Yawanawá

O tracejado peculiar dos desenhos do povo Yawanawá faz parte de uma tradição dominada pelos mais velhos no conhecimento das artes - cerâmica, desenhos, armas de madeira e cestaria. que transmitem esse conhecimento às novas gerações. "Nosso povo traz em sua cultura uma diversidade de desenhos corporais, muito utilizados na festa do mariri (saiti)". Os desenhos são feitos com tintas confeccionadas à base de plantas nativas, como o urucum e jenipapo. Às vezes, uma resina cheirosa para fixá-los à pele. Saias de palha de buriti, cocares de taboca desenhados e braceletes de palha complementam a indumentária e enfeites utilizados por aquela etnia, durante as festas rituais.

As armas são fabricadas com taboca e madeira de pupunheira brava e enfeitadas com desenhos, linha de algodão e penas de arara, tucano e papagaio. "Lanças, arcos, bordunas, flechas e punhais utilizados tradicionalmente na guerra". A confecção de armas é uma prática exclusivamente masculina e os desenhos, cerâmica e cestaria são atividades femininas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.