VOLTAR

Povo Karajá continua na sede da Funasa, em São Félix do Araguaia

Cimi - http://www.cimi.org.br/
02 de jul de 2009

Nós, indígenas do povo Iny (Karaja) e Kanela, depois de uma Assembléia realizada na Aldeia Santa Isabel/TO, no dia 21 de Junho de 2009, com a presença de Chefes e lideranças das Aldeias: Macaúba, Ibutuna, Itxala, Hãwalora, São Domingos, Teribre, Fontoura, Axiwe, Santa Isabel do Morro, JK, Watau e Nova Tytemã, decidimos iniciar um movimento para reivindicar da FUNASA, melhoria no atendimento da saúde indígena.

Um dos nossos principais pontos de reivindicação é a continuidade do convênio de atendimento da saúde indígena com nossas Instituições Iny Mahadu e APOIT.

A principal ação desse movimento é a ocupação pacífica e ordeira do prédio onde está sediado o Distrito Sanitário Especial Indígena do Araguaia - DSEI Araguaia/FUNASA, a partir do dia 22 de junho de 2009.

Apesar da ocupação é importante reafirmarmos a toda a população indígena e não indígena que:

· Nenhum dos trabalhos de atendimento á saúde foram interrompidos.

· Todos os equipamentos e a estrutura física do prédio está sendo preservada como antes da ocupação.

· Os pacientes continuam sendo encaminhados das aldeias ao Hospital Regional sem nenhum prejuízo para a saúde do povo Iny.

Queremos afirmar também, que até a presente data, 10 dias depois da ocupação do prédio, a FUNASA não se manifestou e nem deu nenhum retorno as nossas reivindicações. O que existe é uma mandado de reintegração de posse, nos expulsando do local.

O que queremos é que se abra um canal de diálogo e conversa pra resolvermos o mais rapidamente esse impasse.

Povo Indígena Iny (Karajá) e Kanela

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.