VOLTAR

Planos de Manejo das Unidades de Conservação do Mosaico da Jureia-Itatins

Fundação Florestal - http://fflorestal.sp.gov.br/
05 de fev de 2016

Iniciados em janeiro de 2016, os Planos de Manejo das Unidades de Conservação que compõem o Mosaico Jureia-Itatins serão concluídos em dezembro de 2016.

No último dia 3 de fevereiro, o diretor executivo da Fundação Florestal, Luis Fernando Rocha, esteve no Mosaico de Unidades de Conservação Jureia-Itatins (MUCJI), acompanhado da equipe do Núcleo de Planos de Manejo da Fundação Florestal. Além de participar da oficina de trabalho, junto a representantes da comunidade, o diretor executivo realizou vistoria aérea sobre o território do MUCJI.

A primeira etapa do processo de elaboração dos Planos de Manejo das Unidades de Conservação (UC) que compõem o mosaico, marcada pela rodada de reuniões de abertura do processo participativo, ocorreu entre os dias 1 e 4 de fevereiro e contou com a participação de cerca de 200 pessoas ao total, em cinco regiões do entorno, na seguinte sequência:

Dia 01, com Parque Estadual (PE) do Prelado, na Barra do Ribeira; dia 02, com PE Itinguçu, Estação Ecológica (EE) Jureia-Itatins (setor oeste) e Refúgio da Vida Silvestre (RVS) das Ilhas do Abrigo e Guararitama, no Guaraú; dia 03, com Reserva do Desenvolvimento Sustentável (RDS) Barra do Una, no próprio local; e dia 04, com RDS do Despraiado, no próprio local, e EE Jureia-Itatins (setor norte), em Pedro de Toledo.

Os encontros tiveram como objetivo discutir com a comunidade o contexto geral dos planos do MUCJI (histórico, situação atual e cronograma de elaboração); dirimir dúvidas sobre o processo de elaboração; colher subsídios para o processo de elaboração dos planos; e ainda obter a indicação dos representantes das UC para acompanhamento e interlocução entre instituições envolvidas e comunidades.

Histórico
A elaboração dos planos de manejo foi interrompida em 2009, em razão de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), que extinguiu temporariamente o Mosaico de Unidades de Conservação da Jureia-Itatins (MUCJI). Em abril de 2013, o Mosaico foi reestabelecido pela Lei no 14.982, uma vez que a ADIN foi considerada improcedente, possibilitando a retomada dos trabalhos dos Planos de Manejo.

Etapas
De acordo com a equipe de coordenação, os planos serão desenvolvidos em cinco etapas: Estruturação do Projeto; Diagnóstico; Zoneamento; Programas de Gestão; e Finalização dos Planos de Manejo. O prazo para a conclusão é dezembro de 2016.

http://fflorestal.sp.gov.br/2016/02/05/planos-de-manejo-das-unidades-de…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.