VOLTAR

Pesquisa etnobotânica

CB
01 de abr de 1993

A pesquisadora Germina Cabral Born, do Instituto Vitae Civiles é responsável pelo Projeto de Levantamento Etnobotânico e Manejo Sustentado de Plantas Medicinais na Estação Ecológica da Juréia. A intenção é formar um banco de informações sobre as plantas úteis encontradas na Mata Atlântica, assim como oferecer subsidios para a extração ordenada destas espécies. Já foi listado 600 diferentes tipos de plantas medicinais e fornecedoras de frutos e fibras; análises preliminares do estudo indicam uma grande potencialidade da mata. (Correio Braziliense, pg. 15, 01/04/1993)

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.