VOLTAR

Pedágio na Transamazônica

CB, Brasil, p. 21
12 de out de 2006

Pedágio na Transamazônica

Os mil moradores da terra indígena Tenharim do Marmelo, no Km145 da BR-230, já desbloquearam a rodovia, conhecida como Transamazônica, mas estão cobrando pedágio dos motoristas. "Eles estavam cobrando R$ 60 cada caminhão, R$ 20 cada caminhonete e R$ 10 cada moto", disse o comerciante Leonir Galvan, morador de Apuí, no Amazonas, município afetado pelo protesto. A informação foi passada ontem à Radiobras pelo plantonista do Centro de Informações Operacionais (Ciops) da Polícia Rodoviária Federal em Rondônia, Daniel Reis. E confirmada pelo cacique Humberto Terena, integrante da comissão indígena que está em Brasília. De acordo com Reis, a liberação da rodovia aconteceu na última terça-feira, após 10 dias de bloqueio. "Os seis policiais rodoviários federais, que estavam no local garantindo a segurança dos motoristas e manifestantes, já voltaram a Porto Velho", contou o inspetor. "Eles não puderam fazer nada contra a cobrança de pedágio, até porque eram seis pessoas para mil manifestantes."

CB, 12/10/2006, Brasil, p. 21

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.