VOLTAR

Pastor retorna aos EUA sem depor sôbre matança de índio

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
16 de abr de 1968

O Chefe do Gabinete do Ministro do Interior, Pôrto Sobrinho, solicitou o convite do pastor Wesley Blevens, que denunciou novos assassinatos de índios no Mato Grosso, a depor na comissão que investiga os crimes no extinto SPI. No entanto, isso não será possível porque o pastor realizou uma viagem com destino aos Estados Unidos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.