VOLTAR

Parque Estadual Nova Baden promove curso sobre reciclagem

IEF - www.ief.mg.gov.br
22 de jun de 2009

O Parque Estadual Nova Baden (PENB) realizou nos dias 20 e 21 o curso "A arte de transformar lixo em lucro" que propôs a opção de transformar os materiais recicláveis, gerar lucros e estimular as habilidades manuais e a criatividade dos participantes. O evento aconteceu nas dependências do Casarão do Parque, situado na cidade de Lambari, região do sul de Minas Gerais.

O curso contou com a presença de 18 participantes. Entre eles estavam membros do Conselho Consultivo do Parque, comunidade rural de lambari, artesãos e professores da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e de escolas estaduais da região. De acordo com a gerente do PENB, Evânia Santana, o evento foi criado para promover uma consciência ambiental de reciclagem na comunidade do entorno da Unidade de Conservação. "Além disso, promovemos integração e uma alternativa prática e acessível para complementar a renda familiar", afirma a gerente.

De acordo com Evânia Santana, foram produzidas cerca de 30 cestas feitas de jornais além de vários enfeites e peças utilitárias produzidas com 200 garrafas pets. "Reciclar é uma forma de diminuir impactos ambientais, além de gerar lucro e despertar no indivíduo uma real percepção dos problemas ambientais da atualidade", afirma a gerente.

Os professores do curso foram o casal Neici e Nelson, já conhecidos na comunidade de Cambuquira por realizarem trabalhos de reciclagem na cidade. A oficina deles é direcionada ao artesanato, inclusive orientando crianças carentes durante a semana, com o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), contando com apoio da Prefeitura de Cambuquira.

O evento contou com o apoio de empresas como a Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Lambari (ACIL), Injesul Plásticos, Madeireira Levi, Secretaria de Educação de Lambari e Solary, Restaurante Água na Boca, que disponibilizaram os materiais recicláveis para a realização do curso.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.