VOLTAR

Parná do Viruá oferece novos atrativos aos visitantes

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
Autor: Comunicação ICMBio
08 de nov de 2019

Parná do Viruá oferece novos atrativos aos visitantes

A equipe da unidade de conservação construiu uma passarela para favorecer os usuários com dificuldade de locomoção e ainda uma área de camping.

Localizado no município de Caracaraí, em Roraima, o Parque Nacional do Viruá conta agora com novos atrativos para os visitantes. A equipe da unidade de conservação construiu uma passarela favorecendo os usuários com dificuldade de locomoção e ainda uma área de camping. As florestas da Serra do Viruá funcionam como refúgio para inúmeras espécies de fauna e flora, além da beleza cênica e da abundância de espécies aquáticas do rio Anauá.

A Passarela da Samaúma ajudará na acessibilidade de pessoas com redução de locomoção. Com isso, favorecerá o visitante a ter mais contato com a natureza e conhecer de perto a árvore símbolo da floresta, a samaúma. A extensão total da passarela é de 230 metros, e foi construída com madeiras apreendidas pelo Ibama e Polícia Rodoviária Federal, doadas ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A passarela contou com a mão de obra de pessoas da comunidade do entorno, gerando renda.

Agora, os visitantes interessados em passar mais tempo em meio à natureza, podem acampar na Área de Camping do Parque. Foram instalados cinco tablados de madeira onde o visitante poderá optar por montar sua barraca para o pernoite. Um dos tablados está reservado para portadores de necessidades especiais. A área de camping completa possui três banheiros (masculino, feminino e cadeirante) e dois quiosques para lazer e refeições.

A equipe do Parque já prepara as próximas estruturas que serão oferecidas aos visitantes até dezembro: o Mirante da Serra do Viruá e a trilha de Mountain Bike.

Conheça "aqui mais sobre a unidade."

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/10664-parna-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.