VOLTAR

Os índios sobreviverão, diz presidente da Funai

O Estado de S.Paulo, p. 15 (São Paulo - SP)
19 de out de 1971

General Bandeira de Melo, presidente da Funai, considera absurda e sem nenhum fundamento a ideia de que os povos indígenas não sobreviverão até 1990. De acordo com ele, dentro de alguns anos veremos a integração dos indígenas à sociedade nacional, pois a Funai está adotando medidas de assistência integral aos nativos. Bandeira de Melo fala também sobre os trabalhos da Funai para a demarcação de terras indígenas, a abertura de estradas como a Transamazônica e a Cuiabá-Santarém e a origem e o destino dos recursos financeiros do órgão.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.