VOLTAR

ONGs se unem para apresentar propostas para enfrentar seca

O Globo, País, p. 11
30 de out de 2014

ONGs se unem para apresentar propostas para enfrentar seca
Grupo fará uma 'agenda mínima' com 20 itens para
levar ao governo de SP

Tiago Dantas

-SÃO PAULO - Mais de 30 grupos de ambientalistas e organizações não governamentais formaram ontem a Aliança Pela Água, coalizão criada para discutir propostas para enfrentar a crise hídrica e oferecer soluções aos governos. Uma das primeiras iniciativas do grupo é entregar ao poder público uma lista com ações consideradas prioritárias para lidar com a falta d'água. A coalização defende a adoção de multa a quem desperdiçar água, campanhas educativas, incentivo à redução de consumo e divulgação dos locais onde ocorre racionamento de água não oficial. A longo prazo, o grupo defende programas de reuso de água, reflorestamento e despoluição de rios urbanos.

- O primeiro passo é admitir que temos um problema, que há uma crise e que a situação da água é muito grave e está longe de se resolver. - disse a coordenadora da Aliança, Marussia Whately, do Instituto Sócio Ambiental (ISA). - Começamos a última estação seca, em abril, só com o sistema Cantareira comprometido. Se as coisas continuarem como estão, vamos entrar na próxima estação seca com várias represas com níveis baixos.

'PONTA O ICEBERG'

Além do ISA, também fazem parte da aliança organizações como SOS Mata Atlântica, WWF, Greenpeace, The Nature Conservancy, Rede Nossa São Paulo e Instituto de Pesquisas Ecológicas. Nas últimas semanas, o grupo reuniu a opinião de 281 especialistas em meio ambiente e gestão de recursos hídricos sobre soluções que podem ser tomadas no curto e no longo prazo. A partir dessa pesquisa, a Aliança escolheu 20 itens para uma "agenda mínima" que deverá ser entregue para o governo de São Paulo nas próximas semanas.

Coordenador do programa Água para Vida da WWF, Glauco Kamura, argumenta que a situação de São Paulo é apenas a "ponta do iceberg" de um problema de gestão que afeta todas regiões do país.

O Globo, 30/10/2014, País, p. 11

http://oglobo.globo.com/brasil/alckmin-diz-que-vai-pedir-dilma-dinheiro…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.