VOLTAR

O protesto dos caiapós no palácio de Sarney

O Estado de São Paulo - SP
15 de out de 1987

Cerca de cem índios kayapó estiveram ontem diante do Palácio do Planalto, em Brasília, protestando contra a possibilidade de o lixo atômico de Goiânia vir a ser depositado na Serra do Cachimbo, sudoeste do Pará, região onde vivem mais de 1.500 índios. O presidente da Funai, Romero Jucá Filho, obteve a garantia do ministro-chefe do Gabinete Civil, Ronaldo Costa Couto, de que o lixo atômico de Goiânia não irá para a Serra do Cachimbo.
A notícia está inserida numa matéria maior sobre o caso do acidente com o césio-137 em Goiânia, que refere-se à confirmação dos técnicos do Ipen de sua suspeita: as aparas de papel encontradas em São Carlos, Araras e Osasco apresentavam mesmo sinais de radiação. Mas, dizem, o nível de contaminação "é muito pequeno".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.