VOLTAR

Na reserva, o temor de novo ataque

O Liberal
07 de set de 1980

A notícia traz algumas novas informações sobre o caso da ponte e das casas queimadas no conflito que se estende na região da reserva indígena do Alto Rio Guamá (PA), onde estão em litígio índios Tembé e colonos que também ocupam as terras. Além disso, o fazendeiro Samuel Meger está também envolvido pela extensão de suas terras entrarem em conflito com a demarcação da terra indígena. Diz a notícia que a reconstrução da ponte já foi iniciada, a princípio destruída por nove índios Tembé na tentativa de dificultar o acesso às terras que lhes são destinadas. No entanto, a queima de três casas de propriedade do fazendeiro foram atribuídas a colonos, que as teriam confundido com casas pertencentes à Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.