VOLTAR

Mudanças no Estatuto do Índio desagradam Igreja

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
24 de nov de 1973

No início do mês, em Brasília, a Funai e representantes de missões religiosas, católicas e não-católicas, reuniram-se para discutir uma linha comum de atuação junto aos povos indígenas. O encontro serviu mais para aproximar representantes do Cimi de representantes de missões não-católicas, do que para aproximar indigenistas religiosos de não-religiosos. Representantes da Igreja, porém, comemoraram e consideram um justo reconhecimento a autorização legal para que as missões religiosas possam continuar atuando junto aos indígenas. A notícia traz mais informações sobre o novo Estatuto do Índio e a opinião do Cimi a respeito. Além disso, a notícia trata do contato entre trabalhadores da Perimetral Norte e indígenas da região. A Funai esclareceu que ainda não foi informada desse contato e que, por isso, não enviou nenhum sertanista para o local.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.