VOLTAR

Mudanças na casa

Correio do Tocantins-Palmas-TO
28 de jan de 2002

Em reunião com a Funai e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) representantes das tribos Xicrim e Gavião pediram o afastamento do órgão de saúde da Casa do Índio, na Folha 6, o que deve ocorrer até segunda-feira, 28 de janeiro. Dessa data em diante, e por exigência da associação xicrim Bep-Noi, o atendimento médico passa a ser feito pela Companhia Vale do Rio Doce. Através de convênio com a Associação dos Povos Indígenas do rio Tocantins (Apito), desde março passado 23 servidores da Funasa atendiam na Casa do Índio as etnias Surui, Xicrim, Guarani, Aticum, Guajajara e Gavião, distribuídas em oito aldeias.
Com a mudança, e sob administração direta da Funai, o espaço volta a ser abrigo temporário (uma casa de trânsito para quem estiver tratando de interesse urgente em Marabá) e deixa de ser residência fixa de grupos indígenas como viria acontecendo.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.