VOLTAR

Militares prendem e torturam índios Baniwa

A Notícia (Manaus - AM)
06 de mai de 1986

Denúncias feitas ao CIMI (Conselho Indigenista Missionário) pelo índio Baniwa, Armando Mora, relata que miliatares o teriam torturado. O índio vinha reafirmando sua posição favorável à demarcação imediata das terras indígenas e a retirada dos garimpeiros e da empresa mineradora Goldmazon/Edgard Rohnelt.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.