VOLTAR

Mestres transmitem conhecimentos históricos a jovens de quilombo cachoeirense

ES Hoje - http://eshoje.com.br/
Autor: Danieleh Coutinho
06 de mar de 2019

Mestres transmitem conhecimentos históricos a jovens de quilombo cachoeirense
6 de março de 2019

Danieleh Coutinho

Desde janeiro, as crianças e os adolescentes da comunidade quilombola de Monte Alegre, no interior de Cachoeiro de Itapemirim, estão aprendendo mais sobre sua cultura, sua história e os costumes de seus ancestrais. Durante todo este ano, o local sedia o projeto "O som de Monte Alegre", objetiva reforçar a difusão dos conhecimentos quilombolas tradicionais aos mais novos.

Uma vez por mês é realizada uma roda de conversa entre as mestras do caxambu Santa Cruz Maria Laurinda Adão, Adevalmira Adão Felipe e Neuza Gomes Ventura e os integrantes mais jovens do grupo. Ao final, sempre se forma uma roda de caxambu, e, assim, as crianças e os adolescentes têm um momento prático de aprendizagem.

"Nós vemos que os mais novos ficam muito contentes e interessados quando a gente conta nossas histórias e quando ensinamos sobre o caxambu. Quanto mais sabem, mais querem saber", afirma a mestra Adevalmira Adão (conhecida também como "Dona Ilinha").

Para Genildo Hautequestt Filho, coordenador técnico do projeto, "o projeto fortalece o grupo de caxambu Santa Cruz e contribui para a incorporação de novos membros entre os moradores da comunidade, principalmente crianças, que garantirão sua continuidade".

O grupo de caxambu Santa Cruz de Monte Alegre tem mais de 130 anos de fundação, está em atividade até os dias de hoje e é certificado pelo IPHAN como Patrimônio Imaterial do Brasil. Ele é comandado há mais de 50 anos pela mestra Maria Laurinda Adão, e conta com a participação de vários moradores da comunidade. O ponto alto dos festejos do Santa Cruz ocorre anualmente em 13 de maio, quando é realizada no local a festa "Raiar da Liberdade", em que o grupo, juntamente com seus convidados, relembra e celebra o fim da escravidão no Brasil.

As edições do projeto "O som de Monte Alegre" ocorrem mensalmente e são totalmente gratuitas e abertas à visitação popular. O encontro de março ocorrerá no próximo sábado (9), às 19h, em Monte Alegre. O projeto é financiado pelo Funcultura, da Secretaria de Estado da Cultura - Secult, por meio do Edital 13 - Seleção de Projetos Culturais de Educação Patrimonial no Estado do Espírito Santo.

Como chegar
Seguir pela BR482 (sentido Cachoeiro x Alegre) e virar à direita no trevo de Burarama. Após a sede do Incaper, virar à direita e seguir por mais 8 km de estrada não pavimentada (que passa por dentro da Floresta Nacional de Pacotuba) até a comunidade de Monte Alegre.

http://eshoje.com.br/mestres-transmitem-conhecimentos-historicos-a-jove…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.