VOLTAR

Memória da grande guerra dos cabanos

Porantim
Autor: Márcio Souza
01 de nov de 1980

A Revolução da Cabanagem, marco primeiro das aspirações populares da Amazônia nas primeiras décadas do século XIX, promoveu pela primeira vez a união de nações indígenas com os trabalhadores oprimidos. Clamando por uma sociedade mais justa, inspirada no modo de produção coletivo das Nações indígenas, onde não há patrões nem empregados, deixou um projeto político que hoje se encontra negado e soterrado pela classe dominante regional. Márcio Souza resgata este histórico em versos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.