VOLTAR

Mamirauá é usada como laboratório

A Crítica-Manaus-AM
05 de Nov de 2002

O programa de manejo de pesca comunitário em vigor na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (AM) desde 1999 começa a ser visto como a base de um mercado sustentável para todo o Estado do Amazonas. A Redsu Mamirauá foi escolhida como laboratório pelo coordenador do Programa de Comercialização de Pescado.
O resultado do manejo de pescado foi tão positivo que em 1999 existiam cerca de 2 mil peixes da espécie do pirarucu, objetivo principal do programa, na área chamada Jarauá, que abrange 50 lagos, enquanto este ano aumentou para 12 mil. Em vista disso, países vizinhos como Guiana Inglesa e Peru também resolveram adotar o projeto.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.