VOLTAR

Mais uma usina alagará terra indígena

O Globo (RJ)
Autor: Montezuma Cruz
04 de nov de 1989

A Fundação Estadual de Meio Ambiente do Mato Grosso rejeita a construção da usina no rio 12 de Outubro, pois a construtora enviou técnicos e realizou estudos em terra indígena sem sua avaliação sobre o Relatório de Impacto Ambiental, que desconsiderou diversos aspectos importantes, e sem a autorização do Congresso. Operários já desmataram, perfuraram o solo e abriram picadas.
Reportagem também inclui uma pequena descrição sobre o histórico do contato dos nambikwaras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.